• (31) 3031-2330
  • arraes@arraeseditores.com.br
Digite o que você procura

123

Amazônia

Soberania ou Internacionalização

Dê Sua Opinião Sobre o Produto

Autor: André de Paiva Toledo

ISBN: 978-85-62741-28-9

Edição:

Ano: 2011

Número de páginas: 500

Tipo de acabamento: Brochura

Formato: 16 x 23

Disponível: Em estoque

Selo conselho

Preço

R$95,00

Cálculo de frete

 

Detalhes

A Amazônia sempre foi alvo de interesses econômicos associados ao modo de produção capitalista. Com o advento da indústria automotiva, por exemplo, as seringueiras forneciam a matéria-prima para a produção da borracha. O contrabando de mudas para a Ásia fez com que os países imperialistas europeus não necessitassem mais de vir até a Amazônia. Sua importância passou a ser então ligada ao fato de ser um espaço desocupado para empreendimentos políticos. Hitler chegou a cogitar a hipótese de ser a Amazônia um componente do espaço vital do projeto nazista. As riquezas naturais não biológicas despertavam a cobiça de agentes econômicos internacionais. O golpe militar colocou em pauta a necessidade de se ocupar a Amazônia para evitar qualquer iniciativa estrangeira de retirada daquele espaço da soberania brasileira. O processo de ocupação populacional foi um desastre socioambiental.

Esse desastre, ainda pequeno em comparação à magnitude da natureza local, tornou-se a justificativa para uma imediata gestão internacional da Amazônia. A imensa floresta assumia o papel de garantidora do equilíbrio ecológico global, numa sociedade internacional cada vez mais preocupada com os impactos ambientais do sistema produtivo capitalista. Com o desenvolvimento do Direito Internacional do Meio Ambiente, a internacionalização da Amazônia torna-se a salvação da humanidade, não só por ter uma natureza ainda incólume, como também por ser uma riquíssima fonte de matérias-primas para o desenvolvimento e a produção de mercadorias biotecnológicas importantes. A conferência das Nações Unidas sobre meio ambiente e desenvolvimento, ocorrida no Rio de Janeiro, afastou tal ideia, reforçando o valor da biodiversidade para a melhoria da qualidade de vida do homem, reafirmando a soberania sobre os recursos naturais e consolidando o entendimento de que ecossistemas como a Amazônia constituem um interesse comum da humanidade. Entretanto, isso não significou o fim do debate. Em vista do livre acesso aos recursos amazônicos pelos Estados desenvolvidos, criou-se um ordenamento jurídico internacional paralelo àquele das Nações Unidas. Trata-se do Direito da Organização Mundial do Comércio, fundado sobre outras bases político-jurídicas, que atualiza a discussão acerca da internacionalização da Amazônia.

Queremos saber sua opinião

Produto: Amazônia

Como você avalia este produto? *

  1 estrela 2 estrelas 3 estrelas 4 estrelas 5 estrelas
Qualidade

Informação Adicional

Subtítulo Soberania ou Internacionalização
ISBN 978-85-62741-28-9
Autor André de Paiva Toledo
Edição
Ano 2011
Número de páginas 500
Tipo de acabamento Brochura

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book. It has survived not only five centuries, but also the leap into electronic typesetting, remaining essentially unchanged. It was popularised in the 1960s with the release of Letraset sheets containing Lorem Ipsum passages, and more recently with desktop publishing software like Aldus PageMaker including versions of Lorem Ipsum.

Mind