• (31) 3031-2330
  • arraes@arraeseditores.com.br
Digite o que você procura

123

Os caminhos do constitucionalismo para a democracia

Dê Sua Opinião Sobre o Produto

Autor: Bruno Meneses Lorenzetto

ISBN: 978-85-8238-294-3

Edição:

Ano: 2017

Número de páginas: 236

Tipo de acabamento: Brochura

Formato: 16x23cm

Disponível: Em estoque

Selo conselho

Preço

R$86,00

Cálculo de frete

 

Detalhes

O livro debate o dilema intergeracional que está inscrito no cerne da construção de um Estado Democrático de Direito. Propõe que a identidade do sujeito constitucional é o resultado da conjunção e do embate entre projetos normativos e temporalidades. Examina as múltiplas propostas para o processo de produção da Constituição, bem como os paradoxos derivados da relação entre o direito e a democracia. Versa sobre o papel do republicanismo na fundação dos Estados modernos e o funcionamento das instituições. Indica as aporias provenientes das declarações de direitos e a formação do paradoxo entre constitucionalismo e democracia. Debate as teses envolvendo o poder constituinte. Reflete sobre a ideia da Constituição como um tecido sem costura e as (des)continuidades das narrativas que definem a identidade constitucional. Procura indicar que existem diferentes caminhos para a definição da relação entre o constitucionalismo e a democracia, porém, nenhum deles pode repudiar a tensão constitutiva entre ambos.

Queremos saber sua opinião

Produto: Os caminhos do constitucionalismo para a democracia

Como você avalia este produto? *

  1 estrela 2 estrelas 3 estrelas 4 estrelas 5 estrelas
Qualidade

Informação Adicional

Subtítulo Não
ISBN 978-85-8238-294-3
Autor Bruno Meneses Lorenzetto
Edição
Ano 2017
Número de páginas 236
Tipo de acabamento Brochura

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book. It has survived not only five centuries, but also the leap into electronic typesetting, remaining essentially unchanged. It was popularised in the 1960s with the release of Letraset sheets containing Lorem Ipsum passages, and more recently with desktop publishing software like Aldus PageMaker including versions of Lorem Ipsum.

Mind